Processo Criativo na Educação Infantil: o que aconteceu?

FaceBook  Twitter

20180414 processocriativoedinf 040

Na manhã ensolarada do dia 14/4, iniciamos a temporada de encontros voltados aos profissionais de educação e às pessoas com interesse em aprofundar e discutir temas em torno da formação intelectual, cultural e social.

O primeiro curso, “Processo Criativo na Educação Infantil”, organizado pelo Espaço de Formação, foi ministrado por Ana Lucia, professora da Educação Infantil, do grupo Tukano manhã e Angela Lopes, professora do Fulni-ô manhã, ambas da escola Oga Mitá.

Os objetivos do encontro eram: garantir espaço para criação, comunicação e movimento; proporcionar brincadeiras; aguçar e apurar o olhar dos (as) adulto sobre a diversidade dos materiais utilizados e promover propostas para exploração individual e coletiva.

A partir desses caminhos, os(as) participantes se entregaram às experiências propostas por meio de diversas linguagens. O espaço, cuidadosamente organizado com materiais diversificados, aguçou a imaginação e promoveu belas produções. A criatividade rolou solta! Tesouro Humano, tapete de sensações, terra, argila, papel, pedra, corpo humano, dentre outros materiais, foram suficientes para que as pessoas presentes pudessem viver o processo criativo que devemos e podemos desenvolver nos espaços da Educação Infantil.

Por: Ana Ribeiro

 

  • Categoria: MOTO
  • Publicado: Terça, 31 Outubro 2017 16:00
  • Escrito por Super User
  • Acessos: 2783
FaceBook  Twitter

moto2017 11

"Teatro do Oprimido é um método teatral que reúne exercícios, jogos e técnicas teatrais sistematizadas pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal. Os seus principais objetivos são a democratização dos meios de produção teatral, o acesso das camadas sociais menos favorecidas e a transformação da realidade através do diálogo (tal como Paulo Freire pensou a educação) e do teatro.

E a nossa Mostra (MOTO), culminância de todo um projeto discutido por meses com os estudantes, foi mais uma vez o canal de integração com a comunidade "ogamitense", em que pudemos trocar ideias pela experiência em cena, a fim de tentarmos transformar nossa realidade. Temas pertinentes trazidos pelos estudantes do Ensino Fundamental II e Ensino Médio como: machismo, LGBTfobia e opressão contra as jovens negras, foram analisados com profundidade pelas crianças, adolescentes e adultos presentes.

O trabalho no Ensino Médio é fruto da integração do Teatro, com Artes ( Prof. Márcio Lazaroni) e Música ( Prof. Ricardo Cotrin).

 Uma manhã em prol da cidadania plena. Viva a Oga Mitá! Augusto Boal!"

Roni valk, Professor de TO