Almanaque Oga Mitá 40 anos

FaceBook  Twitter

20171207 capaalmanaque

Participe. Seja um coautor deste projeto!

A Escola Oga Mitá completa 40 anos de um projeto educativo pautado em sólidos princípios, entre eles a participação, a cooperação e a afetividade. Por isso, os rateios e mutirões fazem parte de nossa prática pedagógica.

Aqui queremos estender essa possibilidade de participação fazendo um convite para que você se junte a nós nesta iniciativa: vamos comemorar os 40 anos da Oga Mitá publicando um Almanaque.

Queremos contar um bocado da história de resistência e defesa de uma educação voltada para a construção de uma sociedade mais humana.

Acreditamos que a educação pode contribuir para o reencontro do homem consigo mesmo e com os valores que possibilitam uma convivência respeitosa e cooperativa, em contraponto à corrida pela competição e pelo sucesso individual, tão supervalorizados em nossa sociedade. Trabalhamos pela conscientização de que somente por meio de relações e ações comprometidas com a transformação do mundo será possível construir uma vida mais justa e coerente para todos.

 

O ALMANAQUE

Ele reúne um material significativo sobre a trajetória do processo-projeto Oga Mitá nessas 4 décadas de vida e que muitos ajudaram a construir. Assim, a previsão é que contenha cerca de 500 páginas ricamente ilustradas.

Escolhemos esse formato para dar um tom de leveza e humor, tão valorizados em nosso cotidiano. A diagramação também irá contribuir para um jeito gostoso de ler.

O prefácio – “Uma escola nova de verdade” – é do querido Joel Rufino dos Santos, professor e escritor, nosso parceiro por muitos anos e avô de uma ex-sempre aluna.

Estar junto é contribuir nas diferentes formas e esferas, e a colaboração financeira faz parte disso.

 

UM TRECHO DO PREFÁCIO

O nome da escola é um achado. Enquanto outras pensam atrair pelo nome, em geral em inglês, esta se chama Oga Mitá, casa da criança. É uma declaração de amor aos nossos índios, aos que já viviam aqui havia pelo menos dez mil anos antes de Cabral. Por sobre séculos de dores e alegrias coletivas, minha neta, Isabel, se ligava afetivamente a meninas tupinambá que andavam por aqui com seus sonhos de menina.

 

20171207 botao dparticipacao

FaceBook  Twitter

20171207 capaalmanaque

Participe. Seja um coautor deste projeto!

A Escola Oga Mitá completa 40 anos de um projeto educativo pautado em sólidos princípios, entre eles a participação, a cooperação e a afetividade. Por isso, os rateios e mutirões fazem parte de nossa prática pedagógica.

Aqui queremos estender essa possibilidade de participação fazendo um convite para que você se junte a nós nesta iniciativa: vamos comemorar os 40 anos da Oga Mitá publicando um Almanaque.

Queremos contar um bocado da história de resistência e defesa de uma educação voltada para a construção de uma sociedade mais humana.

Acreditamos que a educação pode contribuir para o reencontro do homem consigo mesmo e com os valores que possibilitam uma convivência respeitosa e cooperativa, em contraponto à corrida pela competição e pelo sucesso individual, tão supervalorizados em nossa sociedade. Trabalhamos pela conscientização de que somente por meio de relações e ações comprometidas com a transformação do mundo será possível construir uma vida mais justa e coerente para todos.

 

O ALMANAQUE

Ele reúne um material significativo sobre a trajetória do processo-projeto Oga Mitá nessas 4 décadas de vida e que muitos ajudaram a construir. Assim, a previsão é que contenha cerca de 500 páginas ricamente ilustradas.

Escolhemos esse formato para dar um tom de leveza e humor, tão valorizados em nosso cotidiano. A diagramação também irá contribuir para um jeito gostoso de ler.

O prefácio – “Uma escola nova de verdade” – é do querido Joel Rufino dos Santos, professor e escritor, nosso parceiro por muitos anos e avô de uma ex-sempre aluna.

Estar junto é contribuir nas diferentes formas e esferas, e a colaboração financeira faz parte disso.

 

UM TRECHO DO PREFÁCIO

O nome da escola é um achado. Enquanto outras pensam atrair pelo nome, em geral em inglês, esta se chama Oga Mitá, casa da criança. É uma declaração de amor aos nossos índios, aos que já viviam aqui havia pelo menos dez mil anos antes de Cabral. Por sobre séculos de dores e alegrias coletivas, minha neta, Isabel, se ligava afetivamente a meninas tupinambá que andavam por aqui com seus sonhos de menina.

 

20171207 botao dparticipacao